Consulte a melhor programação para o seu filho

Ver todas as atrações


Sobre a Canguru BH

Uma longa gestação

Outubro de 2015 
 
 

Ivana com seus filhos Pedro e Gabriel.

Quem teve filho prematuro certamente conhece a técnica canguru, na qual o  bebê de baixo peso é colocado em contato pele a pele com a mãe, para estimular seu desenvolvimento e reduzir o tempo de internação no hospital.

Quando a colunista Cris Guerra sugeriu o nome Canguru para batizar a revista, não estava pensando nesse procedimento. Mas eu voltei onze anos no tempo e me vi novamente na UTI do Hospital Mater Dei. Meu filho mais velho nasceu na 31ª semana de gestação, com apenas 1 quilo e 400 gramas. Saí da maternidade deixando-o para trás. Naquelas semanas de angústia, até que ele pudesse ir para casa, não havia nada mais prazeroso do que “fazer canguru”.

Quando o Pedro começou a frequentar a escola, aos 2 anos, pensei pela primeira vez em produzir uma revista com conteúdo para pais que vivem em BH. Eu lia publicações nacionais desse tipo e sentia falta de informações locais, da opinião de especialistas daqui, da indicação de serviços disponíveis na cidade. Ao contrário da curta gestação do meu primogênito, a da Canguru foi bem longa: mais de oito anos. Precisei amadurecer como jornalista e mãe até me sentir pronta para o desafio. E não posso deixar de registrar neste espaço a gratidão a todos que contribuíram para o “parto” — uma lista imensa de pessoas especiais.

A cada edição, a Canguru terá reportagens sobre questões relacionadas às crianças: educação, saúde, comportamento, bem-estar e lazer. Sempre com um olhar de respeito aos vários modelos de família, a revista quer contribuir para que todos sejam muito felizes vivendo em Beagá. Por isso, a primeira reportagem de capa traz programas para se divertir com os pequenos bem longe das telas de TV e computador.

Criar filhos é embarcar em uma montanha-russa. Dá medo, frio na barriga, vontade de chorar e rir ao mesmo tempo. Com o Pedro e o meu caçula, Gabriel, a viagem tem sido daquelas que os guias sobre parques de diversão em Orlando, nos Estados Unidos, classificam como nível máximo de radicalidade. Mas não há nada que valha mais a pena na minha vida do que ser mãe desses dois meninos. Pensa o mesmo em relação a seus filhos? Então, a Canguru é para você. Mande suas sugestões e ajude a construir a história desta nova plataforma de conteúdo.

Ivana Moreira,
Diretora de Redação

email-marketing.png

  
 ivana@cangurubh.com.br